Ocupaçâo, valorizaçâo e comércio de terras no norte do Rio Grande do Sul - séculos 19 e 20

  • Helen Scorsatto Ortíz Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul

Resumen

O presente texto trata de aspectos da história agrária do antigo município de Soledade, localizado no norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Interessa-nos conhecer faces da realidade local a partir da aplicação da Lei de Terras de 1850 e destacar algumas de suas conseqüências econômicas e sociais. Nessa região, a partir da segunda metade do século 19, o crescimento populacional, a chegada dos imigrantes europeus e a crescente privatização do solo contribuíram forte-mente para o aumento do preço das terras. Nesse contexto, alguns dos detentores de terras vislumbraram uma excelente oportunidade econômica ao vender tais propriedades. Diretamente, ou repassando a companhias colonizadoras, lotearam e comercializaram terras anteriormente adquiridas através da Lei de 1850

Descargas

Los datos de descarga aún no están disponibles.
Publicado
Apr 16, 2009
Cómo citar
Ortíz, H. (2009). Ocupaçâo, valorizaçâo e comércio de terras no norte do Rio Grande do Sul - séculos 19 e 20. Trabajos Y Comunicaciones, (35). Consultado de http://www.trabajosycomunicaciones.fahce.unlp.edu.ar/article/view/TYC2009n35a10/5346
Sección
Dossier

Palabras clave

Lei de Terras; Registro paroquial; Terra; Absenteísmo