Uma história da grave das tecelâs/ôes de Salvador-Bahia en setembro de 1919

  • Vanesa Cristina Santos Matos Universidade Federal da Bahia, ()

Resumen

O presente artigo tem por finalidade analisar o movimento de greve das tecelãs/ões (a partir de um dado contexto), as suas origens, ações e desdobramentos, questionamentos ao sistema interno das fábricas (os regulamentos), as relações hierárquicas de poder e as lutas pela garantia do direito de associação, que resulto na paralisação de todas as atividades do ramo têxtil. A atitude em greve, as mobilizações e passeatas demonstram que a direção do movimento e o operariado estavam conscientes de suas ações e dos prováveis desdobramentos, o que de antemão sinaliza o caráter ideológico, classista e político das ações femininas: pelas práticas radicalizadas de enfrentamento ao autoritarismo e as ameaças patronais (repressão policial, coação dos órgãos de imprensa). O movimento foi marcado por uma forte resistência, apoio coletivo e a formação de uma rede de solidariedade

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2009-04-16
Cómo citar
Santos Matos, V. (2009). Uma história da grave das tecelâs/ôes de Salvador-Bahia en setembro de 1919. Trabajos Y Comunicaciones, (35). Recuperado a partir de http://www.trabajosycomunicaciones.fahce.unlp.edu.ar/article/view/TYC2009n35a05
Sección
Artículos