Uma história da grave das tecelâs/ôes de Salvador-Bahia en setembro de 1919

  • Vanesa Cristina Santos Matos Universidade Federal da Bahia

Resumen

O presente artigo tem por finalidade analisar o movimento de greve das tecelãs/ões (a partir de um dado contexto), as suas origens, ações e desdobramentos, questionamentos ao sistema interno das fábricas (os regulamentos), as relações hierárquicas de poder e as lutas pela garantia do direito de associação, que resulto na paralisação de todas as atividades do ramo têxtil. A atitude em greve, as mobilizações e passeatas demonstram que a direção do movimento e o operariado estavam conscientes de suas ações e dos prováveis desdobramentos, o que de antemão sinaliza o caráter ideológico, classista e político das ações femininas: pelas práticas radicalizadas de enfrentamento ao autoritarismo e as ameaças patronais (repressão policial, coação dos órgãos de imprensa). O movimento foi marcado por uma forte resistência, apoio coletivo e a formação de uma rede de solidariedade

Descargas

Los datos de descarga aún no están disponibles.
Publicado
Apr 16, 2009
Cómo citar
Santos Matos, V. (2009). Uma história da grave das tecelâs/ôes de Salvador-Bahia en setembro de 1919. Trabajos Y Comunicaciones, (35). Consultado de http://www.trabajosycomunicaciones.fahce.unlp.edu.ar/article/view/TYC2009n35a05/5339
Sección
Artículos

Palabras clave

Gênero; Classe; Greve